Eu sempre fui uma adolescente muito tranquila. Talvez por isso. Talvez por isso essa revolta tardia. Talvez por isso essa raiva que me bate de tudo e de todos, um rompante, em um dia qualquer, como hoje. Raiva do despertador tocando tão cedo. Raiva do cara sentado na minha mesa. Raiva da professora que dá risada sozinha. Raiva da ex-colega de trabalho me dizendo coisas imbecis e se achando muito incrível. Raiva de todas as pessoas no ponto de ônibus e dentro do ônibus. Raiva da menina rindo alto na rua. Raiva do computador desligando sozinho. Raiva da sujeira. Raiva da minha confusão. Raiva queimando minha garganta, me dando náuseas e vontade de chorar e de dar um soco na parede, raiva, sem motivo, engolida, raiva, raiva, raiva.

Anúncios